Atendimento (11) 3227-5388 (11) 3255-0296 (11) 94678-0358 (WhatsApp) 8:00 as 17:30 aos sábados das 08:00 às 13:00
Locomotiva V8 CPEF - 3050
  • Locomotiva V8 CPEF - 3050
  • Locomotiva V8 CPEF - 3050
  • Locomotiva V8 CPEF - 3050

Locomotiva V8 CPEF - 3050

Sku: 5E4D935AAB8F9

Categoria: FRATESCHIFRABRICANTESLOCOMOTIVAS DIESEL/ELÉTRICA/VAPOR

Quantidade Disponivel: 1 un

Unidade: un
un

Por R$ 340,00

à vista R$ 323,00 economize 5% no Depósito Bancário ou Boleto Bancário

Frete e Prazo

Simule o frete e o prazo de entrega estimados para sua região:

Descrição do Produto

Locomotiva super detalhada e motorizada (2 Motores) com volantes inerciais, luzes direcionais e pega mão.

Escala HO 1:87

Informações do Produto

Locomotiva super detalhada e motorizada (2 Motores) com volantes inerciais, luzes direcionais e pega mão.

Escala HO 1:87

Engates padrão NEM 

 Este produto não é um brinquedo. Produto destinado à colecionadores com mais de 14 (quatorze) anos.

 

Estas locomotivas foram fabricadas nos EUA, no final da década de 30, pela General Electric. As EP-4, como eram denomidas, eram um aprimoramento de séries anteriores de locomotivas elétricas que foram utilizadas em ferrovias eletrificadas da costa leste dos EUA, especialmente a New Haven e a New York Central.

As primeiras 6 locomotivas da série EP-4 foram entregues à New Haven, em 1938, e tinham 3600 HP de potência, pesando 216 toneladas.
As primeiras 4 que vieram para o Brasil foram entregues à Companhia Paulista, em fevereiro de 1940.

Tinham 3800 HP de potência e um peso de 165 toneladas, menor do que as de New Haven, por motivos de alterações construtivas. No total, a Companhia Paulista recebeu 22 locomotivas, sendo a última entregue em abril de 1948. Na C.P. elas foram apelidadas de “V-8”.

A estrada de Ferro Central do Brasil recebeu 15 locomotivas em 1948, que foram passadas à RFFSA em 1957. Seu nome na Central era “Escandalosa”, devido ao seu tamanho avantajado e ao ruído excessivo que faziam durante o funcionamento. No ano de 1982, 10 locomotivas existentes, foram transferidas para a Fepasa.

Todas elas foram desativadas no final da década de 90 com o processo de privatização da Fepasa, pela Ferroban.

Avaliação dos Clientes
  • Nenhum comentário foi postado para esse produto, seja o primeiro!